Zoológico Lujan – Argentina

Animais dopados? Maltratados? Perigosos? Afinal, como é o Lujan?

Antes de ir ao Zoológico Lujan pesquisei muito sobre. Li tantas críticas e tantos elogios que fiquei na dúvida entre ir ou não. Decidi conhecer e tirar minhas próprias conclusões.

O Zoológico de Lujan fica há 75km da capital de Buenos Aires. Se você não estiver de carro sugiro que contrate um transfer ou vá de táxi (mais caro).

O ingresso custa AR$400 (R$ 130,00) e dá acesso a todas as atividades. Crianças até 2 anos não pagam. O estacionamento é grátis. Mas eu deixei uma gorjeta pros meninos. 🙂

No espaço há restaurante e lanchonete, porém pode levar comidas e bebidas para um picnic. Existem áreas apropriadas pra isso.

Eles disponibilizam um mapa na entrada em português, inglês ou espanhol com as informações.

Foto: Site do Lujan

Confesso que assim que entrei no zôo fiquei um pouco angustiada por ver os animais enjaulados e nem queria entrar na jaula. Mas não porque era o Lujan, eu fico assim em todos os zoológicos. Sou a favor dos bichos soltos.
Para as crianças o zoológico é o máximo! É um contato com os animais selvagens que não é comum encontrarmos por aí. Existem jaulas em que as crianças não podem entrar. No geral, elas só entram em jaulas de filhotes.

DSC08447
Olha a cara de medo da Camille.

Não tem só leões e tigres. Você pode também tirar foto com uma simpática cobra. #SQN! Ainda prefiro o leão. Rsrs.

DSC08456
Cobra

Sem falar nas simpáticas llhamas que circulam livremente pelas áreas do zoológico. Algumas aceitam o alimento que a gente oferece. Lembrando que o alimento é próprio pra elas e é vendida no local. Não pode alimentá-las com outro tipo de comida.

DSC08466
A exibida

 

DSC08467
Essa foi mais simpática e aceitou o alimento

A explicação para os animais serem tão dóceis é simples. Eles convivem com cachorros desde pequenos. Dá até nervoso ver um leão/tigre brincando com cachorro. E por isso acabam perdendo um pouco do extinto predador. Além do mais, são bem alimentados e descansam por cerca de 20 horas por dia.

Jpeg
Leões e Cachorros

Há uma criação de cachorros e as crianças podem brincar com eles. É um mais fofo que o outro. Nem preciso dizer que a Camille grudou literalmente nos cachorrinhos. Se você, mamãe, está lendo esse texto e seu filho (a) gosta de cachorros, largue a frescura de lado e deixe ele se jogar no meio deles. A roupa a gente lava depois. A alegria deles fica pra sempre na memória. 😉

Ataque de Felícia

Quando estão “estressados” ou se já receberam muitas visitas no dia, eles são retirados e ficam em suas jaulas.

IMG_3299
Esse tigre estava “estressado”

Na jaula dos animais adultos só entram adultos e o diferencial é que podemos alimentá-los. É claro que nem sempre eles aceitam o leite oferecido. No caso abaixo, acho que ele queria “comer” a mão do Davidson. Kkk. Juro que fiquei tensa com a cena.

Jpeg
Lambida de tigre

Esse leão estava “puto“. Ops, nervoso. Estava tirando fotos com o pessoal e se revoltou. Começou a rugir alto e foi retirado. Daí que eu tive a certeza que os bichos não são dopados. Se fosse, certamente teriam dado um sossega leão e teria continuado. Mas respeitaram o animal e o deixaram descansar.

Jpeg
Reclamou por ultrapassar a hora de trabalho

Algumas simpáticas focas habitam o zoológico também. Confesso que foi o bicho que eu mais senti “pena”. Sei lá… achei elas um pouco abandonadas.

Jpeg
Foca

Nem todos os dias todos os animais são submetidos a visita. Eles têm o dia de descanso.

Jpeg
Tigre de “folga”

Há outros animas também que podemos alimentar ou tirar foto. Elefantes, patos, bodes, burros, coelhos, iguanas, araras, zebra, cavalos, tucanos, macacos, ursos, ovelhas e até dromedários.

DSC08483
Quem é o coelho da foto? kkk

Minhas considerações finais:

  • Não achei que os animais são dopados nem maltratados;
  • Eles respeitam a vontade do animal;
  • Os filhotes sentem mais sono do que os adultos e podem dormir na hora da sua foto;
  • É uma experiência única principalmente para as crianças;
  • Se for para Buenos Aires com tempo não deixe de visitar;
  • A “casa” é dos animais então o chão é de terra, use botas;
  • Respeite os animais;
  • Se você não gosta de bichos, inclusive insetos, esse lugar não é pra você;
  • Abra seu coração e tenha a sua opinião.
DSC08457
Alegria das crianças… rsrs

Sem dúvidas o zoológico merece um dia inteiro de visitas. Mas como estava muitooo frio ficamos somente na parte da manhã. Não deu pra ver tudo, mas deu pra fazer o que a gente queria. Alimentamos os animais, tiramos foto com os selvagens e fizemos uma visita geral no zoo. Como a proposta deles é diferente, optamos por fazer as coisas menos comum. Porque para ver o animal pela jaula a gente pode ir em qualquer zoológico. Mas essa experiência de interação com os animais, poucos oferecem.

Ah, pra você que achou que eu amarelei. Fica a minha única foto dentro da jaula. haha

DSC08449
Acho que ela queria me “comer” haha

Ficou alguma dúvida? Tem sugestão? Deixa um comentário pra gente!

Siga-nos no instagram: @vidadeviajete

Curta nossa página do Faceboook.

Se inscreva no nosso canal do YouTube e acompanhe nossas viagens em vídeo.

Insira o seu e-mail e receba todas as nossas dicas!

 

Post Author: vidadeviajete

15 thoughts on “Zoológico Lujan – Argentina

    […] Zoológico Lujan […]

    Poliana

    (20 de outubro de 2015 - 11:06)

    Eu vou a Buenos Aires pelo menos umas duas vezes por ano, e nada me anima a visitar esse Zoo.
    Mas fico contente em saber que você teve essa visão positiva do lugar.

      vidadeviajete

      (20 de outubro de 2015 - 11:09)

      Esse Zoo é muito polêmico mesmo. Só que não vejo diferença entre ele e outros zoológicos comuns, visto que os animais não estão felizes fora do seu habitat natural em qualquer lugar do mundo. 😉

    Bárbara Calmeto

    (20 de outubro de 2015 - 15:35)

    Claro que adorei! Amo zoológicos e esse é bem lindo. Está na minha lista de Buenos Aires para quando eu for de novo. Será que terei coragem de entrar na jaula??? bjs

      vidadeviajete

      (20 de outubro de 2015 - 21:32)

      Eu não entrei! Kkkkk

    Guaciara

    (20 de outubro de 2015 - 19:27)

    Tenho essa sensação também quando vou a um lugar que tem bichos… quando vou à aquários também… no Zoo Lujan eu nunca fui, como a Poli disse, acabo não me animando, mas não nego que tenho curiosidade. Talvez se ele fosse na capital eu já tivesse ido. Acabo ficando com preguiça de me deslocar para uma atividade que não sei se vou gostar mesmo, sabe? Quem sabe um dia?

      vidadeviajete

      (20 de outubro de 2015 - 21:31)

      É meio longe mesmo. Mas como fomos de carro, foi mais tranquilo. Bjs!

    Maria Aqui e Ali

    (20 de outubro de 2015 - 20:28)

    Adoramos visitar zoologicos!!! Otima dica!!!

    Mae Dondoca

    (20 de outubro de 2015 - 21:26)

    Natália, suas fotos estão demais, e as legendas também!!! Ri muito com o ataque de Felícia e quem é o coelho da foto. Li sobre a suposta perversidade do zoo, mas estou com vc e não abro: todos os zoos (inclusive os aquáticos) são assim e mantém presos animais que deveriam viver soltos. Mas soltos onde se grande parte deles não tem mais seu habitat preservado? Bom, mas gostei de saber que gostou do lugar. Fui a Buenos Aires ano passado e acabei ficando mais pela cidade mesmo. Da próxima, será uma das atrações com certeza.

      vidadeviajete

      (20 de outubro de 2015 - 21:30)

      Minha filha é uma figura. Kkkk
      Concordo que é maldade de qualquer forma os animais fora de seu habitat. Pelo menos estavam bem cuidados. Bjs!

    figueiredoalineb

    (20 de outubro de 2015 - 22:34)

    Eu tenho o pé atrás com esse zoológico. E só o fato deles ficarem estressados, já me dá pena… 🙁
    Mas acho válido visitar para ter suas próprias opiniões.

      vidadeviajete

      (20 de outubro de 2015 - 23:14)

      Acho que em até zoo comum eles se estressam. Não tem jeito. Animal selvagem só é feliz no seu habitat.
      Bjs!

    Liliane

    (21 de outubro de 2015 - 10:46)

    Puxa, eu estou cada vez menos frequentando esses lugares. mesmo o zoo aqui de Londres ter me mandado o email cancelei nosso anual pass ……
    Beijocas
    Li
    http://www.criandofilhospelomundo.com/

    Maressa Lamim

    (22 de julho de 2016 - 22:39)

    Olá, adorei a postagem sobre o zoológico, estou pesquisando tudoo rs sobre o que fazer em Buenos Aires e o zoo com certeza entrará na minha lista! Bom seria se os animais estivessem em seu habitat natural, mas penso que no zoo eles estão mais seguros, infelizmente existem pessoas muitos gananciosas que matam esses animais tão belos. Beijos

      vidadeviajete

      (20 de agosto de 2016 - 12:42)

      Oi Maressa! Esse Zoológico causa muita polêmica. Eu não voltaria para visitar, mas acho que todo mundo deveria ir para tirar suas conclusões. Bjs!

Deixe um comentário pra gente!