O que fazer em Jericoacoara

Visitamos Jericoacoara e fizemos um passeio incrível por esse paraíso no litoral cearense. Passamos por dunas, praias e lagoas em um roteiro incrível que compartilho com vocês.

Onde se hospedar em Jericoacoara?

Vou começar esse post falando sobre hospedagem. Já contei no post anterior que iria me hospedar em Jeri, mas por uma mudança na data acabei me hospedando em Jijoca de Jericoacoara – e não me arrependi.

Pousada Flambaião – Jijoca

Como só teríamos 2 noites para ficar pela região, a escolha por Jijoca foi perfeita. Cheguei à noite na região e se tivesse que atravessar pra Jeri seria cansativo e na volta ficou bem melhor já acordar em Jijoca antes de seguir para Fortaleza. Digamos que ficou mais dinâmico dessa forma.

Mas caso você fique mais de 2 noites na região, aí sim, se hospedar em Jericoacoara seria infinitamente melhor. Assim você evita o vai e vem dos paus de arara.

Reserve aqui seu hotel em Jericoacoara

Como chegar em Jericoacoara?

Geralmente as pessoas chegam de avião em Fortaleza e de lá seguem para Jeri de excursão, ou alugam carro (são cerca de 4 horas de viagem). No nosso caso, estávamos fazendo a Rota das Emoções por conta própria e viemos de São Luís.

Se você estiver de carro e este não for 4×4, pode deixá-lo em algum estacionamento de Jijoca e seguir de Pau de Arara do próprio estacionamento.

Dá pra ir com o carro próprio (mesmo não sendo 4×4) até a Vila. É só contratar um guia que vai te guiando pelas dunas. Nós preferimos não arriscar, pois estávamos a alguns mil quilômetros de distância de casa e eu não queria atrasar a viagem por algum problema no carro – porque sim, pode dar problema!

Alguns lugares são restritos a carros

Mas se eu morasse pela região, arriscaria a aventura. Hehe.

Se você estiver com o carro alugado, é melhor não arriscar. As locadoras de Fortaleza estão colocando rastreadores nos carros e caso identifique que você está pelas dunas, eles bloqueiam o carro. Você além de ter que se virar com o reboque, ainda vai pagar uma multa altíssima. Perdi as contas de quantos carros nós vimos bloqueados durante o trajeto.

Na Vila de Jericoacoara os carros não podem circular, então você obrigatoriamente precisa deixar o carro no estacionamento da entrada da Vila.

Entrada de Jeri

Como nos hospedamos em Jijoca, fomos pelo método tradicional – o Pau de Arara. Ele custa R$15,00 por pessoa e te deixa bem no centrinho da Vila. Caso você queira ir mais confortável, pode pagar por um carro 4×4 privativo, mas esse custa R$100,00 pelo carro somente a ida.

Outra opção, é pegar um ônibus que sai de Fortaleza. A empresa é a Fretcar e a passagem custa R$76,00. A viagem de ônibus dura em média 7 horas.

O que fazer em Jericoacoara?

Só a Vila de Jericoacoara já é um passeio. Suas ruas de areia, suas lojinhas charmosas, os restaurantes, a praia que fica bem pertinho, o sossego, a vida que passa devagar. Só aí já vale a pena a visita.

Centrinho da Vila
Muita fofura pra um lugar só

Mas Jeri é muito mais! É a melhor forma de explorar a região é fazendo o passeio de buggy.

Nós reservamos tudo com a Jeri Dunas e eles oferecem 3 tipos de passeio:

  • Tatajubas|Dunas do Funil|Lagoa da Torta;
  • Lagoa do Paraíso| Lagoa Azul|Praia do Preá;
  • Lagoa Azul|Lagoa do Paraíso| Pedra Furada.

Nós escolhemos a terceira opção, pois eu não poderia deixar de conhecer a tão famosa Pedra Furada.

No final das contas eu acho que a minha escolha foi a melhor de todas porque acabamos passando por quase todos os lugares dos outros roteiros. Acho que foi um passeio bem completo.

Como eu não me hospedei em Jeri, precisei ir até a empresa onde o rapaz do buggy estava esperando. Mas caso você fique na Vila, eles buscam no hotel que você estiver.

Nossa primeira parada do passeio foi na árvore da preguiça. Ela é chamada dessa forma, pois devido aos fortes ventos ela “deitou” e ficou. Digamos que ela é uma árvore deitada. Rsrs

Árvore da Preguiça

Seguimos pelo Parque Nacional de Jericoacoara, onde passamos por várias praias lindas e desertas até chegarmos no início da trilha da Pedra Furada.

A praia é linda, pena que estava nublado :/

Para chegar até a Pedra Furada você deve caminhar por cerca de 10 minutos pela praia, pois os buggys não podem ir até lá por questões ambientais (que eu super apoio).

Os buggys ficam esperando

A trilha, conhecida como Trilha do Serrote, é fácil e dá tranquilamente para fazer com crianças. Caso esteja muito calor, você pode ir parando para dar um mergulho, tornando menos cansativo.

Início da trilha

Dica: compre água e leve. No início da trilha há alguns ambulantes vendendo.

Uma paradinha pra banho no meio da trilha é renovador
Antes de chegar na Pedra Furada, tem uma pedra inteira. Rsrs

A Pedra Furada é mais uma reação da natureza. A força das águas abriu um buraco na pedra ao longo dos anos. Se você for no mês de julho, poderá ver o por do sol entre o buraco da pedra. Deve ser fantástico.

Pedra Furada
Não deixe de reparar nas várias cores da Pedra Furada

Nossa próxima parada foi na Praia do Preá para almoço. A praia é ótima para a prática de kitesurfe e boa para banho na maré baixa. Enquanto esperamos a comida, aproveitamos para tomar um banho de mar.

Barraca da Mônica

Nós almoçamos da Barraca da Mônica e a indicação do guia foi ótima! Se você deixar pra comer na Lagoa do Paraíso, vai pagar o dobro.

Após o almoço seguimos para a Lagoa Azul, que não estava tão azul assim. O auge dela é na época das cheias – de maio a setembro. Como ela estava um pouco seca, nem ficamos para banho e seguimos direto para a Lagoa do Paraíso.

Na seca…
Na cheia
Na cheia (Foto: Tripadvisor)

A porta de entrada para a Lagoa do Paraíso é a barraca Alchymist Beach Club. A infraestrutura dela é incrível, mas os preços praticados são absurdos. Estavam cobrando R$70,00 pela espreguiçadeira e sem consumação. Um abuso! Mas como não sou obrigada, fiquei curtindo a Lagoa e aproveitando as redes, que são melhores e de graça. Rsrs

Entrada do Paraíso
Essas cadeiras custam R$70,00
Preferi curtir a rede que é de graça…rsrs

A Lagoa do Paraíso é muito bonita e faz jus aos cartões postais que mostram as belezas da região.

Jericoacoara

Além das famosas redes, há uma espécie de trampolim bem no meio onde crianças e adultos se divertem dando saltos.

Camille pulou umas mil vezes. Haha

Falando em crianças, muita gente diz que o passeio até Jeri não é legal com os pequenos. Mas te digo uma coisa: é perfeito com as crianças. Vi crianças de todas as idades se divertindo horrores na lagoa. Além do mais, Jeri é super calma e super seguro para todas as idades.

Ficamos na Lagoa do Paraíso por mais ou menos 2 horas e iniciamos nosso retorno para a Vila.

O lugar é incrível!

Antes de chegarmos paramos nas Dunas de Jericoacoara. Um lugar belíssimo e eu e Camille nos divertimos horrores subindo e escorregando entre as dunas. Rsrs

Super divertido
Mais um lugar belíssimo em Jeri
Mais um lugar belíssimo em Jeri

Seguimos então para a Vila de Jeri para finalizarmos o passeio com a Jeri Dunas. O guia nos deixou no centro, e de lá fomos conhecer a Praia de Jericoacora.

Foto tradicional de Buggy Rsrs

A Praia de Jericoacoara é a mais movimentada da região. Por lá se concentram vários restaurantes e pousadas charmosas.

Da praia também saem passeios de cavalo e charretes.

Lindos cavalos para passeio
Lindos cavalos para passeio

Bem perto dali, cerca de 30 metros, fica a famosa duna do por do sol onde muitos turistas e locais se juntam para ver o por do sol que começa por volta das 17h30m. Deve ser um espetáculo belíssimo. Infelizmente não ficamos até o horário do por do sol, pois eu não estava me sentindo muito bem. E acho que nesse dia nem deu pra ver, pois havia muita nuvem no céu.

O céu estava com muitas nuvens

Pegamos o Pau de Arara de volta para Jijoca com a certeza de que precisamos voltar a Jeri. Qualquer dia…

Leia também: Pousada Flambaião – Jijoca de Jericoacoara

Leia aqui todos os posts sobre a Rota das Emoções.

*Agradecemos a Jeri Dunas pela cortesia do passeio, porém as avaliações são dadas com base na nossa experiência.

Gostou dessa dica? Insira seu e-mail abaixo e receba novidades em primeira mão.

Post Author: vidadeviajete

4 thoughts on “O que fazer em Jericoacoara

    Mirtes

    (2 de março de 2016 - 12:34)

    oi Natália,
    muito legal seu post. Queria saber quais os horários de início e término do passeio de buggy, e quanto tempo a jardineira leva de Jijoca a Jeri – e se há jardineiras a noite.
    Ah, e dizer que outra forma de se chegar a Jeri partindo de Fortaleza é de ônibus da empresa Fretcar. Foi assim que fomos da última vez. O ônibus sai do aeroporto (onde o pegamos), mas passa também nos principais hoteis da orla pegando passageiros – e deixa na volta. A passagem já inclui a jardineira até Jeri. Quando fomos era uma ônibus duplo bastante confortável.
    bjs,
    Mirtes

      vidadeviajete

      (2 de março de 2016 - 18:30)

      Olá Mirtes! Que bom que gostou!
      O nosso passeio começou as 10h e terminou às 15h, mas você pode combinar o horário pra mais cedo se quiser.
      A jardineira leva mais ou menos meia hora até Jeri. E tem na parte da noite também.
      Alguns motoristas das jardineiras combinam horário da volta com o passageiro que foi na ida, é só conversar antes.
      E vou incluir sobre o ônibus, obrigada! 😉
      Bjs!

    Danielle Campos

    (7 de março de 2016 - 21:50)

    Adorei o post, muito completinho e cheio de dicas precisas. Quando fomos, nos aventuramos pelas dunas, foi um risco, mas valeu a pena. Quero voltar e desta vez encarar o pau de arara! kkkkkkkkkk

      vidadeviajete

      (8 de março de 2016 - 13:28)

      Dani, se eu morasse no Ceará certamente teria colocado o carro nas dunas. Mas como ainda tinha alguns mil km até a volta, preferi não arriscar. Rsrs.
      Bjs!

Deixe um comentário pra gente!